Desafio #1 Organizar o armário dos medicamentos- Farmácia (com printable)

Duração Aproximada: 1h15 min (total)

Material:  1 saco ikea azul (ou semelhante)

                 1 saco do lixo

                 1 tabela (figura) para preencher

                 1 esferográfica, capa transparente A4 e fita cola

Determinada a iniciar um desafio de organização da minha casa, “enfeitiçada” pelo livro da Marie Kondo (acerca do qual pretendo escrever por aqui também) resolvi começar pelas divisões mais pequenas, as casas de banho.
E que sitio poderá ser melhor que o armário dos remédios do WC? Devo dizer que já o arrumei à um mês, entretanto o meu filho adoeceu, eu estive com uma crise de alergia das bravas e consegui não só manter a ordem, mas também constatar que a nova organização funciona bastante bem. Por isso resolvi partilhar o método aqui no blog.

Legenda: 1 – Vista geral; 2, 3, 4- Prateleiras superior, intermédia e inferior, 5- caixinhas semanais para trazer com medicamentos; 6 – tranca de segurança para armário ikea Patrull. 7- Medicamentos fora de validade

  • Esvaziar todo o conteúdo do armário (pode ser uma prateleira de cada vez, mas se tiver espaço aconselho que seja tudo de uma só vez. Eu levei para cima da minha cama porque não queria estar curvada enquanto arrumava e organizava. Usei um saco azul da Ikea vazio para transportar e separar tudo.
  • Coloquei num saco grande de plástico os remédios fora da validade (7). Esses ficaram logo separados para entregar na farmácia. Os que eram de uso regular preenchi o nome na tabela e indiquei que não existiam em stock. Sabemos que há remédios como: anti inflamatórios, anti piréticos, etc, que convém sempre ter em casa para uma urgência.
  • Os que estavam bons, fui separando no cesto da roupa e preenchendo a tabela que encontram no final.
  • Depois fui arrumar no armário (e isto sim demora mais um bocadinho), tendo o cuidado de deixar ao alcance os que usamos com mais regularidade, com o nome virado para mim e legível. Coloquei na seguinte ordem:             

Prateleira superior (Xaropes, pomadas/gel/cremes e termómetro)  
Prateleira do meio (Todos os comprimidos e uma bolsa sos que levo com o essencial aos fins de semana)

Prateleira de baixo (Colarinho cervical e máquina de aerossol).

  5.   Passei a tabela (manuscrita para o excel) a limpo, deixei algumas linhas livres para novos medicamentos que venha a comprar, imprimi e coloquei numa capa transparente que vou colar na porta do armário na parte de dentro. Isto permite-me não só saber sempre os remédios que há, ou que estão em falta, saber qual o remédio que me foi prescrito para uma determinada situação (não fomento a auto-medicação, como é óbvio, mas ás vezes em situações menos graves podemos resolver com algo que já temos em casa, nem que seja até ir à consulta).

NOTAS: As caixinhas para guardar comprimidos, que se compram na farmácia e nas lojas chinesas, são muito práticas para trazer na carteira se tiver algum medicamento que precisa de tomar diáriamente (5).

Deve sempre fechar o armário (se tem filhos pequenos e estiver ao alcance deles) pode usar uma peça destas (6) apropriada para isso.

Se quiser receber a tabela em formato excel, para deixar tudo bem perfeitinho, basta que me deixe uma mensagem, ou envie um mail para blogfadadolar@gmail.com. 

Gostou deste artigo? Se gostou, leve consigo, partilhe com os seus amigos ou deixe-me uma mensagem no topo do blog, gosto muito de saber as suas dúvidas, opiniões e sugestões. Se quiser ficar actualizada/o quando houver novos posts subscreva a minha newsletter. Muito obrigada;)