Felicidade é comer uma pizza com muito mozzarella!

Com as crianças aprendemos algo novo todos os dias, e muitas vezes questionamo-nos, como pode um ser tão pequenino que viveu muito menos que eu ter algo para me ensinar?

Pois engane-se quem acha que não têm. Eles vêem a vida com um novo olhar todos os dias, não se importam com o que os outros pensam, não guardam ressentimentos, usam a imaginação para criar o que não têm e sabem aproveitar todos os momentos até ao limite (ás vezes mais do que gostaríamos. Quem não teve já uma birrinha daquelas com a banheira já vazia do tipo, não quero sair do banho?).

Eu recentemente aprendi com o João que – Felicidade é comer uma pizza com muito Mozzarella!

E de facto, É! Esta musica que o Pateta canta num episódio da Casa do Mickey Mouse e que o João não pára de cantarolar transmite uma mensagem muito importante, que a felicidade reside nas pequenas coisas do dia a dia, como uma fatia de pizza com muito mozzarella.

Na mesma semana, surgiu este desafio da Rafa Cappai, de 30 ideias em 30 dias, que consistia basicamente no seguinte:

  1.  Criar um desafio a si mesmo: você deve se propor a realizar, durante 30 dias seguidos, uma actividade artística/criativa que tenha a ver com seu trabalho. Sugestão de início: 1º de junho!
  2. Para apimentar o seu desafio, criar uma regra específica a ser seguida
  3.  Durante 30 dias, repita essa tarefa.
  4.  Durante o processo, compartilhar o seu desafio com os seus amigos/leitores na sua rede social preferida. Sem esquecer de usar a hashtag #30ideias30dias!
  5. Ser fiel ao desafio por 30 dias
  6. No final, avaliar o que se aprendeu, através de um post, video, ou que preferir.

Então eu resolvi pegar na inspiração de ser mãe, e usar o desafio para fazer uma colecção de fotografias, a preto e branco, e reflexões sobre ser mãe, em que as regras foram não mostrar a cara do João e usar o P&B.

Vou no sexto dia e devo confessar que tem sido bastante divertido:) No final acho que até vou fazer um poster com as fotografias todas! Além disso ainda não tinha usado a hashtag #smartmommys, como o endereço do site e resolvi começar a utilizar. Por isso se te quiseres juntar a mim, já sabes o que tens que começar a fazer, eu ia adorar!

 

Os meus valores fundamentais

Basicamente não era nada disto que tinha planeado para escrever ou postar hoje, ia traduzir um artigo que li e gostei muito e se enquadrava perfeitamente na novidade que tenho para vos contar, e que algumas até já sabem.

Mas a vida não é assim, apanha-nos de surpresa e troca-nos as voltas, e embora eu tenha sido sempre completamente aversa a alterações de última hora, aprendi recentemente a ouvir a minha intuição e quando surgiu esta oportunidade nem pestanejei.

Recebi hoje um email, da April e da Mayi, que são as minhas “monitoras” da Marie Forleo’s B-School, aproveito já para dizer que quem estiver a pensar em fazer o curso para o ano, deve aproveitar para comprar através de um afiliado, (eu estou muito satisfeita com as minhas) porque além de bónus adicionais a custo zero, tem esta grande vantagem de ter um acompanhamento mais familiar e personalizado num curso que é bastante exigente (e de uma qualidade sem paralelo) e actualmente conta com turmas próximas das duas mil pessoas.

No email que abri delas hoje, colocavam-me uma questão. Quais são os meus valores fundamentais? Os mandamentos que regem a minha vida? E não estou a falar do que nos impõem ou dizem que é o melhor para nós, mas daquilo que nós sentimos que devemos seguir e respeitar, quando paramos para ouvir o nosso coração. Aquelas regras que sabemos que nos fazem mais felizes, que por vezes contrariamos para seguir este ou aquele conselho, que no final sabemos que não nos aproximam mais da felicidade e dos nossos objectivos.

Estes são os meus:

  • Estar presente (em cada momento)
  • Seguir o meu coração (sempre)
  • Priorizar aqueles que amo
  • Nunca deixar de acreditar e confiar na vida
  • Arranjar tempo (para o que é importante)
  • Deixar tempo para o inesperado
  • Tornar simples, mas significativo
  • Confiar nas minhas opiniões
  • Rodear-me de pessoas que acrescentam e não subtraem
  • Desfrutar a viagem
  • Não ter medo de pedir ajuda
  • Ser corajosa, mais vale um “oops” que um “e se”
  • Ser grata
  • Nunca me arrepender de ser amável  (bondosa)

RESOLUTION

E os teus quais são? Se não te lembras de repente, pára um bocadinho para pensar. Pega num papel e numa caneta e pensa quais são os pensamentos com que identificas e o que defendem aqueles que admiras. O que faz o teu dia especial? O que não suportas?

Podes acreditar que este é um exercicio de auto-conhecimento verdadeiramente transformador. Pega numa caneta, ou numa imagem que gostes e escreve-os por cima. Guarda-os no teu diário ou na agenda para reler cada vez que te sentires a ir na direcção oposta à que gostarias. Bom trabalho! Acredita que te vais surpreender e sentir poderosa no final.

Se gostaste desta ideia, do artigo e achas que pode ser útil a alguma amiga partilha. Deixa-me um comentário que eu vou adorar saber o que achas de tudo isto.

Um abracinho apertado e até à próxima!